Monday, November 19, 2012

Bemvindo Nesta Casa


LEITE CREME TORRADO NA HORA



Receita:

1 litro Leite
150 gramas Açúcar
60 gramas Farinha
1 casca de limão
1 pau de canela
3 a 4 gemas de ovo

Colocar o leite a ferver com a casca de limão e o pau de canela.
Misturar bem o açúcar com a farinha e adicionar progressivamente ao leite quente.
Deixar ferver durante alguns minutos, sempre a mexer, até adquirir uma consistência menos líquida.
Juntar umas colheres deste creme às gemas de ovo mexidas e depois adicionar lentamente ao creme, mexendo sempre.
Retirar o pau de canela e a casca de limão e colocar na travessa.
Polvilhe com açúcar e queime com um ferro quente, que fica em fogo, da lareira ou do fogão (ou, atualmente, um ferro elétrico).
Se preferir pode polvilhar apenas com canela.
Deixe arrefecer e se preferir coloque no frigorífico.

Sugestão para o almoço de amanha: Posta com arroz de feijão. :)


MAÇA ASSADA NO FORNO COM VINHO DO PORTO



Uma delícia da gastronomia portuguesa, que permite sentir o sabor autêntico de dois produtos de excelência em Portugal, a maçã e o Vinho do Porto.

Como fazer? Primeiro deverá plantar uma macieira, não dá trabalho e daqui a uns anos terá maçãs para dar... e vender. Equanto isso, junto aí 10 maçãs, açúcar, canela em pó ou em pau e um bom Vinho do Porto.

Depois é muito simples. Na calma da manha prévia a um almoço de sábado, sinta o cheiro de uma boa maçã. Passe-as por água, de preferência tirada do poço, e com a ajuda de uma faca de cozinha retire o núcleo da maçã (caroços). Depois coloque as maçãs num recipiente que possa ir ao forno e no meio de cada uma das belas maçãs deverá, sem stress, colocar 1 colher pequena de açúcar com 1 de canela em pó ou, eu prefiro, colocar um pau de canela.

E agora vem a melhor parte! Vá, abra uma garrafa de um bom Vinho do Porto. ATENÇÃO: Não beber tudo! Guarde um bocadinho para a receita! Então, depois de abrir a garrafa e de beber um pouco (vá, ninguém vê...) é colocar um pouco de Vinho do Porto e levar ao forno durante 45 minutos a 180º.

Convém durante a cozedura ir deitando um olhito e já agora faça isto: abra o forno e irá ver que as ditas vão deitando um molho durante a cozedura, pelo que deverá deitar o mesmo em cima das maçãs, duas vezes pelo menos.

Depois? Depois é só servir quente ou frio! E se sobrou algum Vinho do Porto da garrafita, ponha-a em cima da mesa, com uns cálices... é que no fim de uma ou duas maçazitas normalmente o sabor fica na boca e um Portinho cai sempre bem!

BOM APETITE! :)


Receita: Zeza Cruz
Foto e texto: Paulo Costa

ROJÕES COM CASTANHAS

O que levam? Pouca coisa, mas ainda é alguma coisita! 

1 Kg de carne de porco com alguma gordura; 500grs de castanhas; 2 cabeças de dentes de alho; Sal q.b.; Ervas aromáticas: 1 raminho de alecrim, 2 folhas de louro, 1 molhinho de salsa; 1 malagueta; 2 Cravinhos; 1 copo de vinho branco; 2 colheres de banha de porco; Sal e pimenta q.b.

Como fazer? Vá, calma, é fácil e não dá assim tanto trabalho! Ora vamos lá..

Com uma faca (um garfo não dá!) é só cortar a carne em pedaços, nem muito grandes nem muito pequenos. Derreter a banha num tacho e juntar a carne. Tapar e mexa de vez e quando (pode ir vendo a novela, mas cuidado para não esturricar a carne!). Juntar as castanhaas, ervas aromáticas e a malagueta, temperar de sal e pimenta. Adicionar os cravinhos os dentes de alho cortados ao meio. Deixar apurar uns 15 minutos. Juntar o vinho branco, pode ser um vinho daqueles que abriu, provou e não gostou... e tapar. Cozinhar durante mais 40 minutos, até o molho ficar bem reduzido e os rojões ganharem uma cor bem douradinha e um pouco tostadinhos. Para acompanhar os ditos, pode optar por batatinha cozida, uma salada ou com fatias de pão, centeio ou broa de milho.

E claro, não pode faltar um bom vinho tinto português, não muito fresco! E de preferência um vinho encorpado, para dar enfâse aos belos dos rojões!

PORTUGAL AUTÊNTICO


Quando se junta um fabuloso Queijo da Serra, um delicioso Pão Caseiro e um maravilhoso Vinho do Porto... o que dá!?
THE SERENITY PRAYER

GOD GRANT ME THE SERENITY
TO ACCEPT THE THINGS I CANNOT CHANGE;
COURAGE TO CHANGE THE THINGS I CAN;
AND WISDOM TO KNOW THE DIFFERENCE.

LIVING ONE DAY AT A TIME;
ENJOYING ONE MOMENT AT A TIME;
ACCEPTING HARDSHIPS AS THE PATHWAY TO PEACE;
TAKING, AS HE DID, THIS SINFUL WORLD
AS IT IS, NOT AS I WOULD HAVE IT;
TRUSTING THAT HE WILL MAKE ALL THINGS RIGHT
IF I SURRENDER TO HIS WILL;
THAT I MAY BE REASONABLY HAPPY IN THIS LIFE
AND SUPREMELY HAPPY WITH HIM
FOREVER IN THE NEXT.
AMEN.

--REINHOLD NIEBUHR